Loading...

domingo, 29 de agosto de 2010

PARA TI...

Para ti...

Meu espírito mais leve,

Parece flutuar dentro de mim.

Nestas palavras breves...

Que te escrevi.

Saudade é dor demais

Para se sentir,

Mas que também serve

Para dividir,

Mesmo que por folhas de papéis,

Rabiscadas em tintas azuis-celestes;

Que do fundo da alma de um moribundo transcreve,

Palavras tiradas de uma canção em forma de “blues”.

Edson Filho

Em, 20/08/10 (À Carol Lourenço –Goiandira- Goiás)

2 comentários:

  1. Poeta vc a cada mais apaixonado, poesia leve, jovem, de leitura agradavel, escreva amigo, escreva muito, sempre, nos encante com seus versos
    sempre sua fã... iara

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Iara! Mas são palavras simples para homenagear a amiga que mora distante, mas mora perto do coração, assim como você, querida! Suas palavras têm sido um incentivo para mim. Beijos!

    ResponderExcluir